ATIVIDADE 2: Sons do Corpo

Tempo de leitura: 3 minutos

guide-to-1

Aos poucos a criança torna-se consciente de que o som está em toda a parte e que os homens e os animais são capazes de criar uma série de sons diferentes.

Embora o som seja um componente básico da vida, as pessoas em geral possuem dificuldade para discriminá-lo. No post anterior a este: “Sons ao redor“, mencionei que o som está o tempo todo à nossa volta, mas nós não lhe damos a devida atenção.

Nosso corpo produz sons variados de forma consciente e inconsciente. Um grupo muito interessante que desenvolve um trabalho fantástico aqui no Brasil é o “Barbatuques” . Dê uma olhada neste vídeo e observe um pouco o que eles produzem com os sons corporais.

ATIVIDADE

DSCF7444

O Educador pergunta para as crianças: “Quais os sons que podemos produzir com o corpo?”

É normal que muitas crianças se sintam bloqueadas mentalmente, pois nunca tiveram esta experiência. Então diante de uma situação dessa, o educador pode estimular, por exemplo: Quais sons podemos produzir com as mãos? ou Quais sons podemos produzir com a boca? Etc…

É importante dar muita ênfase a tudo que as crianças porventura venha a se manifestar, pois esta atitude incentiva os outros a se soltar para a atividade.

Anote cada som que as crianças produziram por elas mesmas. 

Depois deste primeiro momento, o educador irá apresentar diversas possibilidades sonoras produzidas pelo corpo, onde as crianças irão imitar todos eles. Isto fará com que elas se abram cada vez mais para mais possibilidades.

a) SONS COM AS MÃOS:

  • Golpear uma mão com a outra em forma de concha, que produzirá um som mais grave;
  • Agora com as mãos planas e os dedos esticados, que produzirá um som mais agudo;
  • Outros: mãos na barriga, mãos no peito, mãos nas coxas, mãos no rosto, mãos na boca.

b) SONS COM OS DEDOS:

  • Estalar os dedos. (Algumas crianças não conseguirão fazer este exercício, mais é importante mostrar)
  • Dedos contra dedos. (por exemplo: junte dois dedos de uma mão contra dois da outra mão)

c) SONS DA BOCA:

  • Estalar a língua;
  • Barulho do beijo;
  • Imitar o som do vento;
  • Imitar o som da chuva;
  • Bater os dentes;

d) SONS COM OS PÉS:

  • Pé com pé;
  • Pés no chão;

Exercícios extras:

1- Depois que você realizou a atividade da descoberta dos sons, sugiro que você que vende os olhos de uma criança, execute um dos sons do corpo, por exemplo: palmas. A criança tentará descobrir qual som que foi tocado. Faça isso com todas as crianças, alternando os sons.

2- Outro exercício interessante é você perguntar para as crianças: de todos os sons que produzimos pelo corpo, quais deles tem o som mais fino (agudo), ou mais grosso (grave)?

HABILIDADES:

– Descobrir, experimentar, reconhecer e criar ritmos e sons através da percussão corporal, que é a produção de sons com a utilização das diversas partes do corpo;

– Liberar movimentos, envolvendo ativação da coordenação motora, da concentração e da atenção, na percepção e discriminação auditiva de timbres diversos.

banner.


Acompanhe nosso trabalho, que visa lhe fornecer conteúdos relevantes para a sua formação musical:

  • Curta nossa página no FACEBOOK!                                                                                                            
  • Inscreva-se no nosso canal no YOU TUBE!
  • Comente o que você achou deste post ou do nosso blog!

Um Grande Abraço!

Leonardo Júnior    

6 Comentários


  1. Amei, vou colocar em prática com meus alunos, tenho certeza que será muito produtivo!

    Responder

  2. Seu conteúdo é ótimo! Colocarei em prática! Continue postando.

    Responder

    1. Obrigado pelas suas considerações Carolina! Conte conosco!
      Abraços e fique com Deus!

      Responder

  3. Sua como você ler meu mente! Você parece compreender muito aproximadamente, como
    você escreveu o ebook nele ou algo. Eu acho que você apenas
    pode com algumas por cento ao unidade a mensagem casa um pouco, mas em vez de, é grande blog.
    Um fantástico ler. Eu vou certamente volta.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *