A Música e o Movimento na Primeira Infância.

Tempo de leitura: 3 minutos

5_preschool-rocks

A música é um atributo muito importante na vida das crianças. As experiências musicais podem “moldar atitudes e habilidades musicais posteriores”.

As experiências demonstraram que a música contribui para o “desenvolvimento total” de uma criança: psicomotora, cognitiva, cultural e estética. Faz parte da educação da primeira infância.

Grandes educadores musicais conhecidos no mundo todo, Jacques Dalcroze, Carl Orff, Zolton Kodaly e Shinichi Suzuki, utilizaram a música em suas aulas na primeira infância.

Acreditamos que todas as crianças são musicais, independente da idade. Os bebês por exemplo, são sensíveis à dinâmica dos sons. Respondem à música através do movimento do o corpo. Balançam, saltam e mudam de posição quando escutam uma música ativa. Também são acalmados por sons suaves e rítmicos e pela voz humana, especialmente a voz da mãe.

Uma criança que ouve no ventre uma música repetidamente, possivelmente mais tarde, reconhecerá e será acalmada por essa mesma música, caso os pais façam este exercício. Elas respondem mais às músicas que lhes são familiares e tentam combinar melodias e cantar as músicas conhecidas.

As crianças pequenas respondem bem às atividades musicais que enfatizam o movimento, tanto o motor fino como o motor grosseiro.

Aos três anos de idade, a criança têm melhor e maior controle da sua voz e também adquirem uma coordenação motora mais propensa em relação às crianças com menos de 3 anos. Já conseguem reconhecer músicas familiares e experimentam diferentes tipos de movimento, como andar para trás, saltar e saltar. São intrigadas com músicas mais agitadas. Seus movimentos, motores finos e grosseiros, estão se tornando cada vez mais graciosos.

Aos quatro anos de idade podem entender algumas características musicais e do som, como a duração (longo / curto), intensidade (forte/fraco), Altura (agudo, grave), tempo (rápido / lento), etc ….

As crianças podem cantar músicas conhecidas, além de criar músicas originais espontaneamente. Essa espontaneidade não se aplica apenas à música. Aplica-se também ao movimento. Começam a dançar com músicas livremente. Podem alternar espontaneamente de um tipo de movimento para outro, como saltar para pular ou andar a correr.

Aos cinco anos elas começam a entender o ritmo. Não só entendem, mas também demonstram afinação, ritmo e dinâmica musical. Podem se mover ritmicamente em jogos e danças. Desfrutam de músicas previsíveis.

Aos seis anos de idade já conseguem combinar a música e o movimento. Musicalmente, as crianças dessa idade podem combinar movimentos corporais enquanto cantam. Suas vozes para cantar são quase maduras. As crianças também podem combinar movimentos na batida da música. Eles podem começar a aprender danças com a ajuda de adultos.

A música e o movimento são importantes na vida das crianças. 

As experiências demonstraram que esta combinação influenciou no desenvolvimento de toda a criança. Vários educadores notáveis usaram a música e o movimento na primeira infância. A Música e o movimento naturalmente caminham juntos. Desde o nascimento, as crianças respondem à música através da música. A conexão do movimento e da música é um forte vínculo ao longo da primeira infância.

BAIXE O E-BOOK! 

Gostou deste conteúdo? Caso queira, deixe seu comentário aqui nesta página! E fique atento, pois estarei postando várias dicas de como você pode estimular musicalmente seus filhos a partir de casa!

banner.

Acompanhe nosso trabalho, que visa lhe fornecer conteúdos relevantes para a sua formação musical:

  • Curta nossa página no FACEBOOK!                                                                                                            
  • Inscreva-se no nosso canal no YOU TUBE!
  • Comente o que você achou deste post ou do nosso blog!

Um Grande Abraço!

Leonardo Júnior    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *